Como óleos essenciais funcionam

Como óleos essenciais funcionam

Publicado por: Keila Publicado: 29/10/2020 Visitas: 1960 Comentários: 0

Você já se perguntou como óleos essenciais funcionam e como podem gerar vários benefícios, tanto para as emoções, como para a pele? Nós te explicamos!

A aromaterapia utiliza as propriedades olfativas dos componentes presentes nos óleos essenciais, esses componentes podem ser liberados na forma de vapor, seja ao esfregar as mãos, em uma massagem, no escalda pés, por um difusor elétrico, colar difusor, entre outras formas de uso.

Como os óleos essenciais funcionam?

Óleo essenciais são voláteis, mesmo em baixas temperaturas, evaporam e liberam seus componentes químicos ativos na forma de vapor para o ambiente. Quando inalamos esses componentes, suas propriedades terapêuticas são enviadas ao sistema límbico do cérebro, atuando em nossas emoções e podendo gerar efeitos fisiológicos no corpo.

Como os óleos essenciais são feitos?

Os óleos essenciais são obtidos a partir de partes de plantas com destilação por arraste com vapor de água.

Para praticar a aromaterapia, sempre procure por óleos essenciais puros, naturais e de preferência orgânicos, pois dessa forma você aproveita as propriedades reais do óleo da planta, e evita problemas por utilizar óleos sintéticos ou com muitas adulterações.

Para comprar óleos essenciais, consulte a composição, que deve ter apenas o óleo essencial como ingrediente, e confira se há o selo do IBD indicando que é um produto natural.

Você também pode solicitar o cromatograma do produto, que é uma análise que identifica as substâncias que compõem cada óleo, tornando possível descobrir as funções terapêuticas de cada componente. Você pode entender mais sobre o assunto neste post sobre cromatografia de óleos essenciais.

Como usar óleo essenciais?

É possível usar óleos essenciais no difusor elétrico e colar difusor, ou diluído em carregadores, que podem ser óleos vegetais, cremes, shampoos, máscara de argila, em escalda pés, banheiras, massagens, compressas, entre outras maneiras.

Aconselhamos consultar com um aromaterapeuta para sempre fazer o uso correto e seguros dos óleos essenciais específicos para cada caso.

Ficou com dúvida? Escreva nos comentários, vamos conversar!

Tags: óleo essenciais, aromaterapia

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.