Como usar óleos essenciais para crianças e bebês

Como usar óleos essenciais para crianças e bebês

Publicado por: Anna Publicado: 18/06/2020 Visitas: 71027 Comentários: 0

Ajuda para um sono mais tranquilo, aumento do apetite e alívio em problemas respiratórios - esses são alguns dos benefícios que o uso de óleos essenciais podem trazer para bebês e crianças. Com tantas coisas boas, cada dia mais pais têm buscado aprender mais sobre a aromaterapia para aproveitar os benefícios dos óleos essenciais para cuidar de seus filhos.

Antes de seguir com as dicas de uso, precisamos lembrar que óleos essenciais são diferentes de essências, os óleos essenciais são naturais e altamente concentradas, já as essências sintéticas, tem um cheiro gostoso, mas não tem efeito terapêutico. Neste texto, vamos falar apenas de óleos essenciais e dos benefícios que podemos ter com seu uso.


Quais os melhores óleos essenciais para cada idade da criança?

Os óleos essenciais mais indicados para bebês recém nascidos são: Lavanda e Mandarina. O óleo essencial de lavanda auxilia em um sono mais tranquilo, pois regula o sistema nervoso e relaxa. Possui qualidade analgésica e antisséptica. 

Já o óleo essencial de mandarina ajuda a estimular o apetite de bebês e crianças. 

Do sétimo ao nono mês de vida do bebê podem ser utilizados também o óleo essencial de palmarosa. Ele também auxilia a melhorar o apetite e a acalmar as emoções, agindo contra o medo. 

A partir de 2 anos de idade podem iniciar o uso de dois óleos Essenciais muito utilizados na aromaterapia: Tea Tree (Melaleuca) e Eucalipto.

óleo essencial de tea tree age contra bactérias, fungos e vírus, sendo muito utilizado para auxiliar no combate de micoses, caspa e infecções causadas por fungos. Também auxilia na melhora de resfriados, bronquite, sinusite e infecções de garganta.

óleo essencial de eucalipto é indicado para o trato respiratório, pois é antisséptico e expectorante. Ajuda a secar o catarro e a combater a sinusite. Também é capaz de baixar febre por seu constituinte Cineol (70 a 85%, seu principal componente químico) ao ser usado em compressas frias.


Como utilizar óleos essenciais para bebês e crianças?

Seja para adultos ou crianças, os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente sobre a pele, pois são altamente concentrados! Óleos essenciais precisam ser diluídos em veículos carreadores como óleos vegetais. Os óleos vegetais também tem benefícios específicos, e você pode saber mais em nosso post Como usar Óleos Vegetais.

A pele das crianças é mais sensível e a absorção dos óleos essenciais tem um efeito mais rápido e forte do que em um adulto. Por isso, o uso exagerado pode causar problemas internos para a criança, não apenas em sua pele. 

Quanto mais novo o bebê, maior deve ser a diluição do óleo essencial em um óleo carreador (óleo vegetal). Para recém nascidos até os 6 meses deve-se colocar no máximo 1 gota em 30ml de óleo carreador. Dos 6 aos 12 meses 1 a 2 gotas e, a partir do primeiro ano de idade da criança, 1 a 5 gotas diluídas em 30 ml.


Dilui-se em 30ml de óleo carreador

Idade

Óleo Essencial

Recém-nascido até 6 meses

0 a 1 gota

6 a 12 meses

1 a 2 gotas

1 a 4 anos

1 a 5 gotas

5 a 7 anos

3 a 6 gotas

8 a 12 anos

5 a 10 gotas


Com a diluição adequada, os óleos essenciais podem ser utilizados para massagear os pés do bebê. Ou utilizá-lo em um difusor elétrico de água, evitando nebulizadores que ficam direcionados para o rosto da criança.


Esses são alguns direcionamentos para um primeiro conhecimento sobre o uso dos óleos essenciais para bebês e crianças. Para um melhor resultado e direcionamento para sua situação específica, recomendamos que consulte um aromaterapeuta.




Tags: óleos essenciais, crianças, bebês, aromaterapia

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.